terça-feira, 1 de fevereiro de 2022

The snow goose, de Paul Gallico - Opinião

Título original -
The snow goose
Sinopse: The Snow Goose is a story about Philip Rhayader, an artist living in an abandoned lighthouse in the marshlands of Essex, who befriends a young local girl, Fritha. Together they nurse a wounded Canadian goose back to health.

Opinião:
Esta foi uma curta história sobre uma amizade improvável, que juntou duas pessoas, devido ao seu carinho especial por animais. Certo dia, aparece um ganso canadiano ferido e os protagonistas juntam-se para ajudar a criatura a sarar. 
Uma vez curada, chega a altura da migração e vai cada um para seu lado. Mas surpreendentemente, a ave retorna e retorna também o convívio.
Esta história parece realçar que a gente, e até os animais, sempre procuramos um meio de retornar onde nos sentimos bem e onde um dia fomos felizes.
★★★

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Avozinha gângster, de David Walliams - Opinião

Título original -
Gangsta granny
Editora: Porto Editora
Sinopse: O nosso herói, Ben, adormece só de pensar que tem de ficar em casa da avó. Que seca! É a avozinha mais aborrecida de sempre: só pensa em jogar jogos de tabuleiro e comer sopa de couve. Mas há dois segredos que Ben desconhece:
• A sua avozinha é uma famosa ladra de jóias.
• E toda a vida sonhou roubar as Jóias da Coroa inglesa, e agora precisa da ajuda de Ben…
Uma história sobre preconceitos e aceitação, cheia de piadas engraçadas e palavras tolas, ao estilo bem-humorado do comediante David Walliams, com mais de 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo.

Opinião:
Este livro li-o, pois sentia que estava a necessitar de algo humorístico para dar uma "arrebitadela" nestes dias cinzentos pelos quais estamos passando, tanto literal como figurativamente.
O protagonista Ben passa as sextas-feiras na casa da avó paterna para que os seus pais possam ter um programa a dois, semanalmente. Sendo um miúdo de tenra idade, ele aborrece-se com a monotonia e com as actividades realizadas com a avó, isto até que descobre que a senhora é uma legendária ladra de jóias.
Empolgado com esta nova informação, ele fica deslumbrado e oferece-se para realizar o sonho da avó, de roubar as Jóias da Coroa inglesa, e agora não há nada mais importante do que passar tempo com a sua parente.
A personagem da avó foi fenomenal, muito cheia de vida e engraçada. E o que me dizem daquele vizinho? Que homenzinho metido, onde já se viu entrar assim na casa dos outros!
Gostei da personagem da rainha, ela era alguém com quem facilmente nos podíamos relacionar. Ela conseguiu "meter-se na pele do outro" e as suas acções foram de acordo com o que ela sentia que também estava a passar-se com ela.
David Walliams apresentou-nos uma história familiar, que no final de contas se resume a expectativas, comunicação, compreensão e amor. Fiquei emocionada com aquele final e confesso que gostaria que as coisas tivessem tido outro rumo.
★★★

domingo, 16 de janeiro de 2022

The small miracle, de Paul Gallico, Reisie Lonette (Artist) - Opinião

Título original -
The small miracle
Sinopse: Violetta, the donkey falls ill and the small miracle is that Pepino fights the might of the Catholic Church to let his friend into the crypt where St Francis of Assissi is buried.

Opinão:
Este conto deixa-nos a história do Pepino, um menino que ficou órfão e sem qualquer família, restando-lhe apenas uma burra, Violetta. 
Os dois são a companhia, suporte e sustento um do outro, mas quando a Violetta adoece e deixa de comer, o Pepito preocupa-se com o parecer do veterinário. É então que inicia a sua jornada.
Esta é uma história de fé e peregrinação, de resiliência e de crenças. Fiquei sensibilizada pela fé inabalável do menino.
★★★★

Te encontro às onze, de Victor Lopes - Opinião

Título original -
Te encontro às onze
Sinopse: Esta é a história do Manuel e do Arthur. Eles se conhecem há dois anos e, durante esse período, viram a amizade que surgiu graças a uma série de livros famosa se transformar em um sentimento muito maior e mais profundo. Mas os medos de Manuel parecem tão grandes que talvez o tempo se torne um de seus maiores inimigos e o grande vilão nessa possível história de amor.
Quanto tempo você aguentaria esperar para ter um encontro com a pessoa que ama?

Opinião:
Te encontro às onze traz-nos a história de dois jovens rapazes, Manuel e Arthur, que se conheceram online devido a um gosto em comum, por ambos serem fãs de uma saga de livros. Conversa puxa conversa, logo descobriram que o que tinham em comum era muito mais do que gosto literário, e sentimentos floresceram.
Assim que o Manuel viu o aspecto do Arthur, ficou inseguro e com medo de ser rejeitado pela sua própria aparência. É um bocado cruel, o mundo que nos rodeia impor tantos padrões, muitas vezes irrealistas, do que é considerado belo actualmente. E pior do que isso, é a maneira como afecta as pessoas ou antes devo talvez dizer, a maneira como algumas pessoas deixam-se afectar e o peso que dão à opinião que os outros vão ter de si.
Esta obra é curta e amorosa porém deixa-nos com um convite à reflexão.
★★★

sábado, 15 de janeiro de 2022

Dog gone, de Rob Biddulph - Opinião

Título original - Dog gone
Sinopse: A brand-new, wonderfully waggy story of one dog day afternoon, from the genius behind the #DrawWithRob phenomenon and the bestselling and award-winning Blown Away! Every dog has his Dave (or otherwise-named human)… but on a walk in the park, the adorable Teddy the pug, loses his!
And when Teddy finds himself at the shed of the TERRIBLE TROLL in the woods, he might find more than he bargained for… a new friend.
Packed with delight, dogs, and even a Dave, this hilariously funny and exquisitely illustrated new book from the incredible Rob Biddulph, the creative star behind the viral and phenomenal #DrawWithRob, will have you panting for more!
This is the perfect story for boys and girls of 4+, and dog-lovers everywhere, to share with their families! Roll around in the rhymes and enjoy Rob Biddulph’s trademark warm-hearted humour.

Opinião:
O livro Dog gone foi uma leitura rápida e leve, com uma escrita simples, contendo ilustrações giras e interessantes.
Conta-nos a história de um cão, mais concretamente de um pug, que durante um passeio a pé, tem uma distracção, acabando por se afastar imenso. Como consequência, perde o seu humano e vê-se sozinho no parque. Um ponto de vista no minimo criativo.
Este livro fofo e divertido, irá agradar e entreter sobretudo os leitores mais jovens.
★★★★

domingo, 9 de janeiro de 2022

Ilusões [Wings 3], de Aprilynne Pike - Opinião

Título original -
Illusions
Saga: Wings #3
Editor: Contraponto
Sinopse: Laurel não via Tamani desde que num momento de raiva, há um ano atrás, o mandou embora. E, por muito que o seu coração ainda doa, Laurel sabe que David foi a escolha certa. Agora que a sua vida estava a voltar ao normal, Laurel descobre que um inimigo oculto está a cercá-la. Mais uma vez, Laurel vai ter de pedir ajuda a Tamani para a proteger e ajudar, uma vez que o perigo que agora ameaça Avalon é mais poderoso do que aquele que uma fada poderia imaginar – e, pela primeira vez, Laurel não pode ter a certeza de que o seu lado sairá vencedor.

Opinião:
Já faz imenso tempo que li os dois volumes anteriores. Resolvi então retomar a leitura, porém haviam imensos aspectos que não me recordava.
Neste volume, existem diversos mistérios mas realço os seguintes: quem é a nova aluna transferida, Yuki; como surgiam novos inimigos do nada e sem deixar rasto; o que os inimigos pretendem; que segredos esconde Klea?
De uma forma geral, a obra vai mantendo um ritmo aceitável, e com o regresso do Tamani, é evidente aquela vibe de triângulo amoroso. Porém, com o passar do tempo, é perceptível que a balança parece pender para um lado. 
Foi um pouco chato a forma como ambos os rapazes se comportaram, agora olhando em retrospectiva, a autora deve ter querido realçar o aspecto das hormonas na adolescência,  já que se trata de uma obra YA. Os moços ao menos conseguiram ser civilizados no final.
E por falar em final, pareceu-me um pouco apressado, mas ficou interessante com o pessoal chocado com a descoberta inédita da identidade da Yuki. Eu fiquei mais do tipo "e agora?" Só lendo o volume seguinte para saber.
★★★

segunda-feira, 3 de janeiro de 2022

Malala, A menina que queria ir para a escola, de Adriana Carranca - Opinião

Título original - Malala, A menina que queria ir para a escola
Editor: Nuvem de letras
Sinopse: Malala Yousafzai quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Quando tinha dez anos viu sua cidade ser controlada por um grupo extremista chamado Talibã. Armados, eles vigiavam o vale noite e dia, e impuseram muitas regras. Proibiram a música e a dança, baniram as mulheres das ruas e determinaram que somente os rapazes poderiam estudar. Mas Malala fora ensinada desde pequena a defender aquilo em que acreditava e lutou pelo direito de continuar os seus estudos. Em outubro de 2012, quando regressava da escola, sofreu um atentado a tiro. Poucos acreditaram que ela sobreviveria. Este livro apresenta às crianças a história real de Malala que, além de ser a mais jovem vencedora do prémio Nobel da paz, é um grande exemplo de como uma pessoa e um sonho podem mudar o mundo. A não perder!

Opinião:
Olá leitores, hoje venho compartilhar convosco a história que li sobre a Malala. Esta obra conta-nos sobre uma menina que foi impossibilitada de estudar, após a cidade onde morava ter sido controlada por um grupo extremista. Eles defendiam que apenas pessoas do sexo masculino poderiam estudar, porém isso não a impediu de seguir o seu direito e o sonho de obter educação.
O livro trata-se de uma biografia, portanto uma história real contudo apresentada num formato adequado para o público infanto-juvenil. Dá-nos a conhecer as diferenças de cultura, a luta e as dificuldades que a Malala passou.
Quero acrescentar que as ilustrações da Bruna Assis Brasil estão muito boas e trouxeram ainda mais riqueza para a obra.
★★★★

sábado, 1 de janeiro de 2022

[2022] Desafio literário - Novos autores


O desafio "Novos autores" consiste em ler obras de autores que nunca lemos, sendo que o conceito é conhecer outros trabalhos, novos pontos de vista.
Este ano decidi ler trabalhos de pelo menos cinco novos autores.
À medida que vou lendo, venho cá actualizar, adicionando a hiperligação para os títulos das minhas estreias, permitindo-vos aceder à opinião.

A selecção de 2022:
(Em análise)


Para consultar os desafios e o seu progresso, basta ir ao separador Desafios literários, logo abaixo do nome do blogue.

[2022] Desafio literário - Desafio das cores


O desafio das cores é um dos desafios que me dá mais gosto de fazer. Este desafio consiste em ler nove livros, estando cada um relacionado com uma cor, quer seja integrante do título do livro ou sendo a cor dominante na capa.
O desafio foi proposto por um blogue estrangeiro há alguns anos e assim que o vi, soube que tinha que realizá-lo! Porém modifiquei alguns exemplos sugeridos e fiz uma alteração na alínea 9, dizia apenas um livro com palavra que implica cor, adicionei a opção: uma capa que implica cor.

Sendo que a cor terá que ser uma palavra integrante do título do livro ou uma cor dominante na capa, as categorias são:

1 - um livro com azul ou tons relacionados (ciano, azul marinho, turquesa...)

2 - um livro com vermelho ou tons relacionados (cor de vinho, carmesim, borgonha...)


3 - um livro com amarelo ou tons relacionados (limão, dourado...)


4 - um livro com verde ou tons relacionados (lima, esmeralda...)

5 - um livro com castanho ou tons relacionados (avelã, chocolate, terra...)

6 - um livro com preto ou tons relacionados (carvão, ébano...)

7 - um livro com branco ou tons relacionados (pérola, marfim...)


8 - um livro com outra cor qualquer ainda não mencionada (rosas, arroxeados, laranjas, prateados, cinzas...)

9 - um livro com uma capa ou palavra que implica cor (arco-íris, riscas, xadrez, às bolinhas, estampado, pálido, sombreado, brilhante...)



Notas:
*Qualquer livro é válido de Janeiro a 31 Dezembro.
*É possível que livros deste desafio constem de outros.
*Pode ser seguida a ordem de leitura mas para mim, vai variar consoante a disponibilidade.
*À medida que vou lendo venho actualizar com a hiperligação para os títulos, para que possam aceder à opinião.
*Para consultar os desafios e o seu progresso, basta ir ao separador Desafios literários, logo abaixo do nome do blogue.

[2022] Desafio literário - Diversidade literária

Estou de volta e novamente com os desafios predilectos ☺ Este desafio permite abranger outros estilos literários e assim trazer mais variedade às leituras.
O desafio pode ser alterado consoante a disponibilidade. Além disso, as leituras poderão ocorrer por outra ordem.
À medida que vou lendo, venho cá actualizar com o link directo para os títulos para que possam ver a opinião.
Por agora as propostas são:

👉 Fantasia

👉 LGBT

👉 Self help
A Riqueza da Vida Simples: como escolhas mais inteligentes podem antecipar a conquista de seus sonhos

👉 Mistério + Gótico
O décimo terceiro conto

👉 Retelling
👉 Ficção
👉 Literatura contemporânea
👉 Ficção científica

Sejam bem-vindos a propor algum género nos comentários.
Para consultar os desafios e o seu progresso, basta ir ao separador Desafios literários, logo abaixo do nome do blogue.

[2022] Desafio literário - Literatura fantástica/Romance sobrenatural

Olá leitores, um feliz ano novo!! Happy new year all 😊

Já é tradição por estes lados o desafio literário que como sabem, remete à literatura fantástica/romance sobrenatural logo pelo inicio do ano.

A quem deseja juntar-se a mim: 
- pode ser lido qualquer título, porém restrito às categorias mencionadas
- a quantidade de livros está ligada à disponibilidade de cada um, 
- o desafio terá a duração de dois meses, terminando em Fevereiro. 


A minha selecção de 2022:

👉 Ilusões


Assim que eu for lendo, venho actualizar com a hiperligação para os títulos com a opinião.
Os desafios encontram-se no separador Desafios literários, logo abaixo do nome do blogue.